Como limpar a piscina: 5 dicas para você fazer sozinho

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

como limpar a piscina

Ter uma piscina em casa é um privilégio maravilhoso. Principalmente durante os fins de semana de extremo calor. A água é testemunha de todos os momentos de lazer, diversão com os amigos e tranquilidade com a família. Mas tudo isso vem com um preço: a manutenção, que deve ser feita ao longo de todo o ano. E nem sempre dá para pagar um profissional para fazer isso.

Para te ajudar a deixar a água sempre pronta para um mergulho, separamos 5 dicas especiais. Veja agora como limpar a piscina sozinho.

1. Remova as folhas da superfície da água

Quando a piscina é deixada desprotegida, as folhas do jardim ou até o resto da grama cortada podem cair na água. Além do aspecto de água suja, esses detritos irão entrar em decomposição, principalmente quando umedecidos. O resultado desse processo natural é a contaminação da sua piscina. Para evitar que você tenha que trocar toda a água, é importante retirar as folhas da superfície da água com frequência. Você pode usar uma peneira especial para piscinas, para ajudar a alcançar os pontos distantes das bordas.

2. Elimine o limo da água e das paredes da piscina

A água parada favorece a multiplicação do limo. Ele pode acumular nas paredes da piscina e também na superfície da água. Nesses casos, de nada adianta usar o aspirador, visto que ele servirá apenas para o fundo. Da mesma forma, ligar o sistema automático de limpeza pode trazer danos aos equipamentos. Nesse caso, vale repetir a ação do primeiro tópico e retirar da superfície tudo aquilo que estiver impedindo a visualização do fundo da piscina.como limpar a piscina

3. Corrija o pH da água

A correção do pH da água é a primeira etapa da limpeza efetiva dela. Não há como limpar a piscina sem que esse controle seja feito. Essa medição é o que permite que a piscina permaneça limpa por mais tempo, assim como os equipamentos ligados a ela. Caso a água esteja com acidez ou alcalinidade elevada, banhistas poderão sofrer irritações na pele e nos olhos. Da mesma forma, os químicos usados para tratamento não serão eficazes.

4. Como limpar a piscina com cloro

Assim que o pH da água estiver corrigido, chega a hora de tratá-la quimicamente. É nessa hora que você utilizará o cloro. Quanto mais contaminada a água estiver, maiores deverão ser as quantidades desse químico. Ela também será proporcional ao volume da sua piscina. Ou seja, quanto maior ela for, mais cloro será necessário. Siga as orientações do fabricante e jamais exceda a quantidade. Cloro em excesso também pode fazer mal à pele.

5. Quando usar o filtro e o aspirador

Embora pareçam ferramentas com a mesma função, o uso do filtro e do aspirador pode ser complementar. Como limpar a piscina é um processo feito em etapas, é importante saber diferenciá-los.

O primeiro pode ser usado constantemente, desde que a piscina tenha passado por todo o processo de limpeza química. Já o aspirador somente deve ser usado quando for possível enxergar o fundo da piscina e identificar as sujeiras que lá residem. Aspirar objetos muito grandes pode estragar o seu equipamento.

Tarefas como limpar a piscina são muito importantes para a manutenção da sua casa. Já imaginou se preparar para um banho e encontrá-la completamente suja, justo no dia mais quente do verão? Para prevenir situações como essa, mantenha uma rotina de limpeza. E jamais deixe a sua piscina sem a lona protetora quando não estiver nadando.

Você costuma limpar sua piscina com frequência? Conte nos comentários como funciona a sua rotina!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×