Veja como é fácil manter a sua piscina limpa

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

piscina limpa

Não existe uma receita mágica para manter a sua piscina limpa. Esse resultado só pode ser alcançado com o devido acompanhamento, que deve ser feito constantemente.

Ao mesmo tempo, saiba que não é assim tão difícil deixar a sua piscina saudável e limpa para satisfazer os banhistas. E assim conquistar uma incrível área de lazer e diversão!

Se você não sabe por onde começar, continue a leitura. Trouxemos as principais dicas para que esse processo seja realizado corretamente. Confira!

Faça o tratamento físico

Uma parte do processo para ter uma piscina limpa, deve ser a remoção da sujeira visível, ou seja, areia, folhas e outros resíduos que podem cair na água. Essa etapa não requer o uso de produtos químicos, mas sim de alguns equipamentos. Entre eles, o filtro, aspirador, a escova, o robô de limpeza automática e uma peneira para limpar a superfície da água.

Comece escovando as paredes e as bordas da piscina. Esse processo deve ser feito sempre que estiverem escurecidas.

Em seguida, cuide de remover tudo o que estiver na superfície da água (sujeiras, insetos e folhas). Esse tipo de sujeira pode entupir o seu filtro se não for removida.

Realize uma aspiração e filtragem

É aspirando o fundo da piscina que os resíduos menores e que se depositam no fundo poderão ser removidos. Esse processo deve ser realizado com paciência e usando movimentos suaves e contínuos.

A forma mais indicada para realizar essa etapa é aspirar a piscina, filtrando-a.

Isso porque, com a bomba ligada, a água passará pelo aspirador chegando até o filtro onde será limpa. Após passar pela areia do filtro, ela retorna para o reservatório, sem que seja necessário o desperdício de água.

A filtragem da água da piscina é fundamental. Talvez essa seja uma das etapas mais demoradas, pois o equipamento precisa de algumas horas para que a ação faça efeito.

piscina limpa

Também faça o tratamento químico para manter a piscina limpa

Como aparência não é tudo, também é necessário fazer um adequado tratamento químico na água da piscina. É essa etapa que poderá eliminar o desenvolvimento de bactérias e outros tipos de microrganismos que podem ser prejudiciais à saúde.

Isso ocorre quando são aplicados produtos que reagem com a água, promovendo uma limpeza mais profunda e que garante que a sua piscina não tenha odores e não transmita doenças.

O controle do pH

O primeiro passo é controlar o pH da água. Ele é o indicativo de água muito ácida ou muito alcalina. O nível ideal é entre 7.0 e 7.4.

Se o pH estiver baixo (água ácida) será preciso adicionar carbonato de sódio. Já se estiver com o pH elevado (alcalina), é preciso aplicar um redutor de pH, que pode ser o ácido muriático ou o bissulfato de sódio em pó.

O uso do cloro

O cloro é responsável por manter a piscina limpa com água conservada e saudável. De forma geral, quanto mais contaminada estiver a água, mais cloro deverá ser usado.

Mas tenha sempre atenção às quantidades exigidas pelo fabricante, pois o excesso de cloro pode provocar irritação nas mucosas, olhos e pele.

Seguindo essas dicas, não será tão complicado deixar a piscina limpa, convidativa e pronta para momentos de diversão e relaxamento sem riscos!

Ainda tem alguma dúvida sobre esse processo? Deixe aqui o seu comentário!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×