Projeto de Arquitetura: 3 maneiras de adequar uma piscina às normas da ABNT

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

projeto de casa com piscina

As normas existem para serem seguidas e o bom profissional certamente observa todas as normas em seus projetos. No caso das piscinas, os arquitetos consideram em especial a ABNT NBR nº 10.339/2018, versão corrigida 2019. Mas, como se sabe, a legislação brasileira é muito abrangente.

Neste post, nossa intenção é sugerir algumas maneiras para deixar seu projeto de arquitetura mais ajustado às normas da ABNT, indicando alguns equipamentos apropriados. Leia e confira!

1. Use a tampa de dreno de fundo para evitar acidentes

As normas se destacam por priorizar a segurança. O dreno é fundamental no projeto de arquitetura, mas ainda ocorrem acidentes relacionados a ele se não forem tomadas medidas preventivas eficazes.

O problema com o dreno é a sucção dos cabelos de banhistas. Mas existe uma solução altamente eficaz para o problema: a tampa FSB da Sodramar, fabricada conforme normas internacionais de segurança.

Com a tampa, a área de sucção é ampliada, isto evita a sucção dos banhistas e o aprisionamento dos seus cabelos. Dessa forma, os riscos envolvendo o dreno caem para praticamente zero, são eliminados, vale lembrar também que é necessário no mínimo dois drenos de fundo ou mais caso seja necessário.

Certamente, os clientes valorizam um projeto de arquitetura que considera esses pontos tão fundamentais para a segurança de uma família.

projeto de arquitetura

2. Recomende o skimmer no projeto de arquitetura

As normas da ABNT também recomendam os dispositivos básicos para toda a piscina: o skimmer. É um produto importante devido ao seu potencial de higienização, removendo com facilidade bactérias e impurezas e mantendo controlado o nível da água.

O skimmer para piscina de boca larga promove a movimentação e a retirada constante da camada mais superficial da água da piscina, chamada de “lâmina d’água”. Nesta camada, encontra-se o maior percentual de contaminação, na forma de impurezas diversas em suspensão.

Isso ocorre porque na lâmina d’água, a quantidade de cloro é bem menor, favorecendo a proliferação de microrganismos. Além disso, é nessa camada que se acumulam insetos, cabelos, papeis, folhas, secreções, resquícios de óleos bronzeadores e demais resíduos flutuantes, que não alcançam o fundo da piscina.

O seu projeto de arquitetura certamente vai ficar valorizado com os modelos de skimmer disponíveis no mercado. A fabricação é em termoplástico de boa qualidade (ABS), com insertos em latão e saída para acoplamento de aspiração, reduzindo os custos da obra para o cliente.

O skimmer tem sistema de regulagem exclusivo que permite a adaptação aos diferentes tipos de revestimento no piso. 

3. Instale também a tampa de fechamento automático

Além da tampa de dreno de fundo, outro item será muito conveniente para evitar acidentes e ao mesmo tempo acompanhar as normas da ABNT. Trata-se da tampa de fechamento automático para dispositivo de aspiração, instalada dentro da piscina, a qual protege os banhistas da sucção do sistema.

Essas 3 dicas são maneiras de adequar seu projeto de arquitetura de piscina às normas da ABNT, garantindo assim a segurança, a higienização e a funcionalidade à obra final, além de assegurar ao seu cliente um ótimo custo-benefício em termos de despesas com equipamentos. É importante ainda recomendar sempre a compra de produtos com segurança de fábrica.

E, já que falamos de normas relacionadas à limpeza e à segurança, vale a pena conferir agora 3 dicas para definir um projeto de iluminação eficiente para piscinas!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×